Páginas

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Saiba mais sobre, Júlio Pomar, um dos maiores artistas de sempre.







"Júlio Pomar - O Risco" é um documentário biográfico sobre um dos mais importantes pintores portugueses contemporâneos. Ao longo de 59 minutos acompanhamos o percurso do artista através do seu testemunho na primeira pessoa e com depoimentos de pessoas de vários quadrantes da sociedade, entre eles António Lobo Antunes, Siza Vieira, Mário Soares, Vasco Graça Moura, vários críticos de arte, galeristas, entre outros.

Referência: Documentário "Júlio Pomar - O Risco". (2018). YouTube. Retrieved 24 May 2018, from https://www.youtube.com/watch?v=_wd-yj0hkCQ&feature=share


 Conteúdo relacionado:

Fotogaleria: 27 obras emblemáticas de Júlio Pomar em imagens



"O Almoço do Trolha" de Júlio Pomar, (1946/50),  considerado um ícone do movimento neorrealista português.

LINK:


                                                                                                           Fonte:  Jornal "observador"

No último "Chá das Letras", as palavras sábias misturaram-se com a inconfundível doçura do sul...






 António Aleixo


"Na passada 3ª feira, dia 15 de maio p.p., no intervalo das 10h30m,  tivemos, na BE da ESFB,  mais um encontro para falar de poetas e de poesia.
Desta vez, coube-me preparar uma pequena intervenção e declamar algumas quadras do poeta algarvio António Aleixo,  baseadas na sua obra “Este livro que vos deixo ”.
António Aleixo não foi um escritor erudito, pelo contrário, os seus estudos ficaram-se pela frequência da Escola Primária, contudo a participação nuns Jogos Forais, organizados pelo Ginásio Clube Farense, em que foi um dos premiados e onde conhece o Dr. Joaquim Magalhães, professor no Liceu de Faro e que vem a tornar-se seu grande amigo, projectaram-no para a ribalta e para o conhecimento da sua obra pela sociedade algarvia, vindo a privar com alguns dos maiores escritores e poetas nacionais nomeadamente Miguel Torga.
As suas obras de poesia e ensaios de peças de teatro popular ao estilo de Gil Vicente viriam a ser editados, graças aos esforços de recolha e compilação do Dr. Joaquim Magalhães, a quem por reconhecimento dedica uma das suas quadras.
Não há nenhum milionário
Que seja feliz como eu:
Tenho como secretário
Um professor de Liceu.
António Aleixo é, na boa tradição popular portuguesa, um poeta repentista. As suas quadras e sextilhas surgem da sua experiência de vida e da observação perspicaz do quotidiano. O poeta, ao longo da sua curta vida, morre de tuberculose aos quarenta e nove anos. Foi guardador de cabras, tecelão, polícia, imigrante em França, cantor em feiras e romarias e vendedor de lotaria, razão pelo qual também era conhecido como o poeta “cauteleiro”. A sua sátira irónica e, por vezes, mordaz continua atualizada nos nossos dias pelo que convido a todos os que possam ler estas simples linhas a leitura da obra do poeta compilada nos dois volumes de “Este livro que vos deixo…”.
                                 
Obrigado."
                                                                               Prof. José Gregório


Estimado professor José Gregório, a equipa da BE agradece muito os minutos tão aprazíveis que nos ofertaste.


para além dos olhos...

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Projeto El río que nos une



“A nossa escola é a primeira escola portuguesa a participar no projeto El río que nos une, dinamizado pela professora Aurora Antunes, que envolve o trabalho colaborativo com professores e alunos de escolas espanholas situadas ao longo do curso do rio Tejo. É possível aceder à página WEB deste projeto em www.elrioquenosune.com. (ver “entradas”)."

 Nesta página WEB estão alguns dos trabalhos realizados pelos alunos de e professores da nossa escola. No âmbito deste projeto, foram realizados vários trabalhos por alunos de todas as turmas do 3.º ciclo e por algumas do 2.º e por professores de diferentes disciplinas para comemorar o Dia de Água. Alguns destes trabalhos podem ser vistos em https://padlet.com/antaurora/qgwhu7n5tpz6.












Relacionado com este projeto houve também um trabalho colaborativo em torno de uma lenda “A lenda dos três rios”, que envolveu a participação colaborativa de professores das línguas lecionadas na nossa escola: o inglês, o espanhol, o francês e, claro, o português.














No âmbito deste projeto, foram também realizadas algumas bandas desenhadas pelos nossos alunos, que participaram no concurso nacional “BD em espanhol”. Algumas destas bandas desenhadas podem ser vistas em 

https://padlet.com/antaurora/pu0vpflw8vhu.







Este projeto envolveu também a realização de pequenos vídeos pelos nossos alunos.

Link:


https://mail.google.com/mail/u/1/#inbox/1637dc99ebb579ce?projector=1



terça-feira, 22 de maio de 2018

Recursos de Geografia | ensina RTP



O estudo das paisagens, da população, das atividades económicas ou dos problemas ambientais são alguns dos temas que a geografia aborda.

A RTP apresentou, ao longo das últimas décadas, centenas de rubricas e programas que podem complementar conhecimentos de geografia. No portal Ensina recuperam-se alguns desses documentos que fixam imagens únicas de acontecimentos ou definem conceitos.



Conteúdo relacionado:

                                                                                              Fonte: blogue da RBE

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Hoje, dia 15, temos mais 15 minutos de palavras sábias e belas...



Querem saber mais...?
Venham ao nosso "Chá das Letras"!


Deixem-se levar pelas palavras do sul que o nosso colega José  Gregório prepararou com tanto esmero.





para além dos olhos...

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Quantas línguas cabem na língua portuguesa? | cplp










Em Cabo Verde não se pode usar a expressão "pitada de sal". No Brasil ninguém sabe o que é um autoclismo. Mas todos nos entendemos. Hoje é dia da Língua Portuguesa, que é falada por mais de 260 milhões de pessoas



"Eu pergunto se ele vai de terno, ele me diz que não vai de fato. Eu uso calcinhas, que ele diz que são cuecas, ele usa boxers, que eu digo que são cuecas." Parece caricatura mas não é. "Eu digo para de frescura e ele me diz não me venhas com fitas. Eu digo que ele não sabe porra nenhuma, ele diz que eu não sei a ponta de um corno." Os problemas de comunicação da brasileira Ruth e do seu marido, o português Filipe, foram o tema da crónica semanal que ela assina no Estadão, no passado dia 22 de abril. O título era: "Eu digo "Brasiu", ele diz "Purtugal"". E nela Ruth Manus elencava os vários equívocos provocados pelas diferentes línguas que eles usam, apesar de ambos falarem a mesma língua portuguesa.
                                                                                         Maria João Caetano
   

                                                 fonte: Diário de Notícias

Resultados do concurso "Não Matem as Palavras"

Grandes Vencedores do

 Desafio Linguístico



«Vê como ali beijando-se os Amores
Incitam nossos ósculos ardentes!»
                                               Bocage, Poesias


ós·cu·lo 
(latim osculum, -i, boquinha, beijo)

substantivo masculino
1. Beijo.
2. [Botânica]  Abertura na face externa dos grãos polínicos (ex.: a espécie possui vários grupos 
de ósculos pequenos).

"ósculo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, 
https://www.priberam.pt/dlpo/osculo [consultado em 14-03-2018].

“Vivo por viver, até um ósculo aparecer para conhecer e aprender o que é um beijo a valer.”
                                                                                       
Ruben Baltazar – 12º PE1

“Contemplo o fim da tarde, enquanto o Sol oscula o oceano.”
                                                                                    
Gustavo Barros Garcia – 12º PI


Muitos parabéns!